Vai viajar? Saiba porque não deve deixar o cachorro sozinho em casa l

Vai viajar? Saiba porque não deve deixar o cachorro sozinho em casa l

Um animal sozinho tem mais chances de desenvolver problemas comportamentais, como ansiedade de separação e pânico.

Após um ano de trabalho duro, férias e descanso são mais do que desejados. E viajar é um ótimo jeito de esquecer a rotina e desestressar. Contudo, o que fazer com o pet? Levá-lo junto nem sempre é viável, seja pelo aumento de custos ou proibição de animais no local. Deixar o cachorro sozinho em casa acaba se tornando uma alternativa nesses casos.

Por mais opções que existam hoje em dia, como hotéis e creches, muitos tutores ainda preferem deixar o cachorro sozinho por diversos fatores. O primeiro deles seria receio. É normal os donos terem medo de deixar o bichinho sob cuidados de desconhecidos. Alguns pets, inclusive, nem permitem a aproximação de estranhos.

O outro motivo seria questão financeira. Hospedar um cachorro pode custar bem caro dependendo do estabelecimento e de quantos dias ficará fora. E, como boa parte do dinheiro será investido na viagem, sobra pouco para pagar um hotel ou creche. Apesar disso, vale a pena procurar um local para deixar o pet, já que a solidão é extremamente danosa.

Os perigos de deixar o cachorro sozinho

Por mais opções que existam hoje em dia, como hotéis e creches, muitos tutores ainda preferem deixar o cachorro sozinho por medo ou falta de dinheiro

Reprodução

Por mais opções que existam hoje em dia, como hotéis e creches, muitos tutores ainda preferem deixar o cachorro sozinho por medo ou falta de dinheiro

Por mais que seu canino esteja acostumado a ficar sozinho, são apenas algumas horas  enquanto está no trabalho. Agora, passar vários dias sem ninguém é completamente diferente. O cão é um animal muito sociável, dependente e que gosta de companhia o tempo todo, por isso a solidão é algo problemático. 

Deixá-lo muito tempo isolado aumentam as chances de desenvolver problemas comportamentais , como ansiedade de separação, estresse, pânico e mutilações. O pet acabará destruindo os móveis, fazendo as necessidades em local inadequado, latindo muito, uivando, se ferindo ao raspar as unhas na porta, mordendo as patas, etc. 

Em situações mais graves, os sintomas ocasionados pelo isolamento podem ser permanentes e irreversíveis. Tratamentos medicamentosos e auxílio de profissionais se tornam uma solução para os donos. Situações assim interferem na qualidade de vida da família e atrapalham o relacionamento construído com o cachorro. 

A melhor maneira de evitar tais problemas é não deixando o animal sozinho. Na hora de planejar uma viagem, inclua o canino nos planos e procure alternativas viáveis. Se não puder deixá-lo com parente ou amigos, reserve parte do dinheiro para a hospedagem ou para os custos de levá-lo juntos. 

Dicas para escolher um hotel ou creche confiável

O cachorro sozinho em casa durante muito tempo pode desenvolver uma série de problemas

shutterstock

O cachorro sozinho em casa durante muito tempo pode desenvolver uma série de problemas

Na hora de escolher um hotel ou creche, pesquise a fundo sobre o estabelecimento. Procure referências, opinião de quem já hospedou o pet e informações sobre o serviço oferecido. Alguns locais, inclusive, oferecem câmeras de circuito interno para que o tutor acompanhe o dia a dia do bichinho.

Na hora de deixar seu companheiro, é importante levar alguns itens para que se distraia, como brinquedos preferidos. É bom ele ficar ocupado nesses dias para quem não sinta tanto a falta dos donos. Por mais que tenha receio, lembre-se que manter o cachorro sozinho em casa não deve ser uma opção. 

Fonte: https://canaldopet.ig.com.br/cuidados/2019-01-18/cachorro-sozinho-viagem.html

 

 

Leave a Reply

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>